Estratégias adesivas para prevenção da degradação da interface adesivo/dentina: revisão de literatura

Por Administrador

Edição V15N03 | Ano 2018 | Editorial Revisão de Literatura | Páginas 154 até 167

Stéfani Becker Rodrigues, Fabrício Mezzomo Collares, Vicente Castelo Branco Leitune

O objetivo do presente estudo foi revisar a literatura e avaliar diferentes estratégias para prevenir a degradação polimérica na interface adesiva ao longo do tempo. Estudos que avaliaram a degradação da interface adesiva foram identificados por meio de uma busca restrita a artigos publicados em inglês entre janeiro de 1966 e maio de 2018. A busca foi feita na base eletrônica PubMed com a seguinte estratégia: “(((((resin-dentin bonds) OR dentin bonding) OR adhesive systems)) AND ((hybrid layer degradation) OR collagen)) AND (((((((polymer hydrolytic stability) OR Acrylamides) OR 10-MDP) OR calcium-chelation dry bonding) OR ethanol wet-bonding) OR hema free) OR ((adhesive stability) OR monomer stability))”. Inúmeras estratégias são propostas na literatura para que se diminua a degradação da interface adesiva. Apesar de haver uma evolução nos sistemas adesivos para diminuir o tempo clínico restaurador e facilitar a técnica operatória, a maioria das estratégias propostas adiciona mais um passo no protocolo clínico restaurador, o que muitas vezes acaba dificultando ao operador, devido à sensibilidade da técnica e pela falta de experiência. A busca por novos monômeros que tenham maior estabilidade hidrolítica, interação química com o substrato dentinário, com menor conteúdo aquoso remanescente na interface adesiva e com facilitação da técnica operatória parece ser o caminho para uma menor degradação hidrolítica e facilidade operatória.

Rodrigues SB, Collares FM, Leitune VCB. Adhesive strategies to prevent degradation of adhesive/dentin interface: literature review. J Clin Dent Res. 2018 Sept-Dec;15(3):154-67. DOI: https://doi.org/10.14436/2447-911x.15.3.154-167.oar