A presença de patógenos periodontais e sua relação com o gene MBL2 em pacientes portadores de periodontite crônica

Por Administrador

Edição V15N02 | Ano 2018 | Editorial Artigo Original | Páginas 170 até 179

Renata Cimões, Paulo Roberto Eleutério de Souza, Bruna de Carvalho Farias Vajgel, Rayanne Soraia Aguiar de Melo Dia, Betânia Ferreira

Objetivo: observando o papel da MBL2 na imunidade inata e a importância disso para a periodontite, doença multifatorial infecciosa, o presente trabalho teve por objetivo avaliar a associação do polimorfismo do gene MBL 2 com a presença de periodontopatógenos em pacientes com periodontite crônica. Métodos: a amostra de conveniência foi composta por 29 pacientes diagnosticados com periodontite crônica que procuraram tratamento odontológico no período de agosto de 2008 a julho de 2009. Foram coletadas amostras de placa subgengival dos quatro sítios com maior profundidade de sondagem de cada paciente, para análise da presença dos periodontopatógenos através da técnica de PCR. A coleta das células de descamação da mucosa bucal também foi realizada, para avaliação do polimorfismo do MBL2 por meio da técnica de Q-PCR. Resultados: quanto ao MBL2, dos 29 pacientes pesquisados, 19 (65,5%) apresentaram o genótipo A/A, 10 (34,5%) possuíam genótipo A/O, e nenhum apresentou genótipo O/O. Não se comprovou associação significativa entre os genótipos com nenhuma das bactérias (p > 0,05). Conclusão: os resultados observados sugerem não haver uma associação entre os genótipos encontrados e a presença de periodontopatógenos em pacientes portadores de periodontite crônica.

Cimões R, Souza PRE, Vajgel BCF, Dias RSAM, Ferreira B. The presence of periodontal pathogens and their relationship with the MBL2 gene in patients with chronic periodontitis. J Clin Dent Res. 2018 May-Aug;15(2):170-9. DOI: https://doi.org/10.14436/2447-911x.15.2.170-179.oar