Importância da interpretação do volume obtido em tomografia computadorizada de feixe cônico: achados incidentais de um serviço radiológico privado

Por Administrador

Edição V15N01 | Ano 2018 | Editorial Artigo Original | Páginas 54 até 63

Roberta Heiffig Handem, Ivna Albano Lopes, Rosana Adami Tucunduva, Ana Lucia Alvares Capelozza

Objetivo: avaliar se as imagens obtidas fora da área de interesse escolhida pelo cirurgião-dentista são importantes e modificariam o plano de tratamento, visando estabelecer a prevalência de achados incidentais nas demais áreas incluídas nos exames solicitados para avaliação de apenas uma região. Métodos: foram usadas imagens de 100 exames de tomografia computadorizada de feixe cônico, solicitados por diferentes motivos, selecionados aleatoriamente no banco de imagens de uma clínica particular. Todas as imagens foram obtidas em um tomógrafo modelo i-CAT Classic Cone Beam 3-D Imaging System®, com FOV que variou de 6cm para maxila ou mandíbula a 8cm para maxila e mandíbula, de acordo com a indicação e anatomia do crânio de cada paciente. O voxel variou entre 0,20mm e 0,25mm. Todo o volume presente na imagem foi avaliado, em todas as reconstruções, por um único examinador. Resultados: dos 100 exames avaliados, 82 apresentaram achado incidental, totalizando 185 achados. A média de idade dos indivíduos foi de 48 anos e 4 meses, e a predominância foi do sexo feminino. Conclusões: os resultados, apresentados de maneira estatística descritiva, mostraram alto número de achados incidentais, principalmente nas regiões dos dentes e seios maxilares.

Handem RH, Lopes IA, Tucunduva RA, Capelozza ALA. Importance of interpreting the cone beam computed tomography obtained volume: incidental findings of a private radiological service. J Clin Dent Res. 2018 Jan-Mar;15(1):54-63. DOI: https://doi.org/10.14436/2447-911x.15.1.054-063.oar