Por que o clareamento dentário caseiro deve ser evitado!

Por Administrador

Edição V13N04 | Ano 2016 | Editorial Biologia da Estética | Páginas 15 até 19

Alberto Consolaro

Resumo: O clareamento dentário externo requer conhecimento e tecnologia plenamente domináveis pelo cirurgião-dentista treinado com elevado grau de profissionalismo. Trata- -se de trabalho remunerado a partir de detalhada explicação e conscientização do paciente quanto às responsabilidades assumidas, tempo dispensado e custos operacionais. O clareamento dentário externo caseiro fez parte, um dia, da evolução histórica dessa técnica, mas o conhecimento e a tecnologia atuais permitem que o eliminemos dos protocolos oferecidos aos pacientes. O clareamento dentário caseiro promove danos na junção amelocementária e participa da carcinogênese na mucosa bucal; mas, com a proteção da junção amelocementária e da mucosa bucal, é um procedimento totalmente seguro aos pacientes, quando realizado diretamente pelo profissional treinado e fundamentado cientificamente. Qualquer técnica ou produto aplicado sem ação direta do profissional faz com que o peróxido de hidrogênio atue sobre essa junção e nas mucosas gastrintestinais, potencializando os efeitos de numerosos fatores iniciadores da carcinogênese bucal.

Consolaro A. Reasons why at-home tooth bleaching should be avoided. J Clin Dent Res. 2016 Oct-Dec;13(4):15-9. DOI: http://dx.doi.org/10.14436/2447-911x.13.4.015-019.bes