Posso preparar o dente que a polpa resistirá às agressões operatórias? Critérios para avaliar a capacidade reparatória, reacional e defensiva da polpa antes de procedimentos operatórios. O complexo dentinopulpar envelhece ou se adapta?

Por Administrador

Edição V13N03 | Ano 2016 | Editorial Biologia da Estética | Páginas 18 até 38

Alberto Consolaro

O uso inadequado dos dentes acelera o processo de envelhecimento e promove alterações de cor e forma, assim como modifica as características morfológicas, imagiológicas e biológicas do complexo dentinopulpar. A polpa envelhecida aceleradamente diminui sua capacidade defensiva, reacional e reparatória. Isso deve ser levado em consideração nas avaliações de planejamento de restaurações e outros procedimentos operatórios, onde é comum a dúvida: deve-se fazer o tratamento endodôntico, ou a polpa dentária resistirá às agressões dos desgastes profundos ou amplos próprios dos preparos operatórios? O presente artigo visa fundamentar biologicamente a resposta a esse questionamento e a compreensão de como ocorre o envelhecimento do complexo dentinopulpar e quais são as implicações clínicas!

Consolaro A. With tooth preparation, will the pulp resist surgical aggression? Criteria to assess pulp reparative, reactional and defensive ability before surgical procedures. Does the dentin-pulp complex age or does it adapt? J Clin Dent Res. 2016 Jul-Sep;13(3):18-38. DOI: http://dx.doi.org/10.14436/2447-911x.13.3.018-038.bio