Efeito da fotoativação na microdureza de cimentos resinosos de polimerização dual usados para cimentação de pinos intrarradiculares

Por Administrador

Edição V13N01 | Ano 2016 | Editorial Artigo Inédito | Páginas 98 até 106

Manoela F, Francisconi, Camila M, Machado, Luiz F, Pegoraro, Ricardo M, Carvalho, Ernesto B, B, Jalkh, Thiago A, Pegoraro, Ilana S, Ramalho e Estevam A, Bonfante

Introdução: um polimerização inadequada dos cimentos com polimerização dual usados para a cimentação de pinos intrarradiculares pode comprometer o sistema de retenção restaurador, o que poderia levar ao fracasso da restauração. Objetivo: o presente estudo teve o objetivo de avaliar a microdureza de diferentes cimentos resinosos de polimerização dual, usados para a cimentação de pinos de fibra de vidro (DT Light Post®), quando submetidos, ou não, a uma fonte de luz polimerizadora, de acordo com os diferentes terços radiculares. Métodos: quarenta raízes de incisivos bovinos foram selecionadas e divididas em 8 grupos, de acordo com os cimentos empregados: G1/G5 = Panavia®; G2/G6 = Variolink II®; G3/G7 = Rely X–Unicem®; G4/G8 = Duo-link®. G1 a G4 foram fotoativados; e G5 a G8 não o foram. As raízes foram seccionadas longitudinalmente e submetidas ao teste de microdureza. Os dados foram testados para diferenças significativas pelos testes ANOVA a três critérios e Tukey (p < 0,05). Resultados: os valores de média (desvio-padrão) da microdureza obtidos para os terços cervical, médio e apical foram, respectivamente: G1 = 56,00 (8,35), 51,72 (11,39), 48,28 (7,45); G2 = 42,94 (4,92), 37,46 (6,23), 35,28 (5,96); G3 = 46,56 (3,89), 48,12 (4,88), 51,48 (5,74); G4 = 42,24 (2,85), 40,60 (5,76), 39,24 (3,84); G5 = 39,47 (5,99), 37,33 (3,15), 40,45 (6,41); G6 = 36,72 (1,70), 36,78 (3,05), 35,25 (0,59); G7 = 42,96 (6,78), 43,12 (7,56), 42,40 (4,21); G8 = 37,78 (7,11), 34,88 (6,30), 34,84 (6,03). Os espécimes fotoativados apresentaram maiores valores de microdureza; os cimentos Panavia® e Rely X-Unicem® foram melhores do que os outros (ANOVA/Tukey, p < 0,05); e não houve diferenças entre os grupos (ANOVA, p>0,05). Conclusões: a fotoativação influenciou positivamente nos resultados, independentemente do terço radicular avaliado.

Francisconi MF, Machado CM, Pegoraro LF, Carvalho RM, Jalkh EBB, Pegoraro TA, Ramalho IS, Bonfante EA. Light curing effect on the microhardness of dual cure resin cements used for cementation of intra-radicular posts. J Clin Dent Res. 2016 jan-mar;13(1):98-106. DOI: http://dx.doi.org/10.14436/2447-911x.13.1.098-106.oar