É seguro utilizar restaurações totalmente cerâmicas em dentes posteriores? Relato de um caso clínico

Por Administrador

Edição V12N01 | Ano 2015 | Editorial Caso Clínico | Páginas 56 até 65

Chrys Morett Carvalho de Freitas, Wilker Morett Carvalho de Freitas, Rivanda Martins Costa de Freitas, Jackeline Noriko Kikuchi de Freitas

Introdução: em vista de algumas dúvidas, em relação à segurança, quando sistemas totalmente cerâmicos são indicados para restaurações em dentes posteriores, estudos clínicos verificaram que as fraturas acontecem com mais frequência quando são realizadas restaurações cerâmicas nos elementos posteriores, em comparação aos anteriores. Os princípios modernos da Odontologia Restauradora atestam a eficácia da utilização de restaurações adesivas; a conservação biológica e um selamento marginal mais efetivo explicam melhor esse fato. Métodos: o caso clínico apresentado mostra um paciente que apresentava coroa metalocerâmica no elemento #46. A substituição da coroa por outra em cerâmica livre de metal foi a opção restauradora. Objetivo: o trabalho tem como principal objetivo discutir, por meio de uma ampla revisão da literatura, qual é a melhor opção restauradora na recuperação dos elementos dentários posteriores e quais os princípios básicos para que fraturas não ocorram nessas regiões.

Freitas CMC, Freitas WMC, Freitas RMC, Freitas JNK. É seguro utilizar restaurações totalmente cerâmicas em dentes posteriores? Relato de um caso clínico. Rev Dental Press Estét. 2015 jan-mar;12(1):56-65.