Harmonia estética trabalhando com diferentes pastilhas cerâmicas em preparos sobre metal e dente: relato de caso

Por Administrador

Edição V11N03 | Ano 2014 | Editorial Caso Clínico | Páginas 97 até 109

Rodrigo Borges Fonseca, Letícia Nunes de Almeida, Isabella Negro Favarão, Amanda Vessoni Barbosa Kasuya

O objetivo desse trabalho é relatar o uso de pastilhas cerâmicas, com diferentes níveis de translucidez, sobre preparos dentários e núcleos metálicos fundidos, possibilitando harmonia estética com laminados, coroas e inlays. A paciente procurou tratamento odontológico relatando insatisfação com o sorriso. Durante a avaliação, foi observada desarmonia de cor, forma, posição e proporção dos dentes e gengiva, com presença de coroas e núcleos metálicos nos dentes 11 e 21, e restaurações extensas em alguns elementos. Diante disso, o tratamento proposto foi a reabilitação com laminados cerâmicos dos elementos 14 ao 23, sendo nos elementos 11 e 21 cimentadas sobre coping cerâmico de baixa translucidez, a fim de mascarar as cores acinzentadas do núcleo metálico e o escurecimento da gengiva; além disso, usou-se coroas metal-free nos dentes 24 e 25 e inlay no dente 15, devido à extensão das restaurações existentes. As coroas dos dentes 11 e 21 foram removidas, os núcleos metálicos repreparados e coroas provisórias confeccionadas. Nos dentes 24 e 25, foram feitos preparos inlay, e, nos elementos do 14 ao 23, preparos para laminados que consistiram na remoção de áreas retentivas. Os preparos foram moldados e as restaurações confeccionadas no sistema IPS e.max. Após prova de cor e adaptação, as restaurações foram tratadas superficialmente e cimentadas com cimento resino adesivo de presa dual ou fotopolimerizável. A seleção das pastilhas cerâmicas representa um passo importante durante o trabalho em casos em que o substrato varia entre preparos sobre metal e dente, para a obtenção de harmonia e a naturalidade ao sorriso da paciente.