Avaliação clínica de dois sistemas adesivos simplificados em lesões cervicais não cariosas

Por Administrador

Edição V11N03 | Ano 2014 | Editorial Artigo Inédito | Páginas 36 até 43

Letícia Dias Ferri, Thays Regina Ferreira da Costa, Alessandra Reis, Alessandro Dourado Loguercio

Introdução: constantemente são introduzidos novos sistemas adesivos no mercado, mas a maioria dos estudos disponíveis na literatura científica é laboratorial. Objetivo: avaliar o comportamento clínico de dois sistemas adesivos convencionais de dois passos Ambar (AB, FGM) e Adper Single Bond 2 (SB, 3M ESPE), em lesões cervicais não cariosas, por um período de seis meses. Métodos: trinta e cinco pacientes com duas lesões cervicais não-cariosas de tamanhos semelhantes participaram do estudo. Foram inseridas 70 restaurações, 35 de cada material, com uso da resina composta Opallis (FGM). Após acabamento e polimento, todas as restaurações foram avaliadas por operadores calibrados e cegos para os objetivos do estudo, conforme recomendações encontradas na literatura. Resultados: após seis meses de avaliação clínica, para cada material, apenas uma restauração foi perdida (p > 0,05), sendo que 12 apresentaram desadaptação marginal (7 SB e 5 AB) (p > 0,05). Nenhuma restauração apresentou descoloração marginal, nem sensibilidade pós-operatória nesse período (p > 0,05). Conclusões: o desempenho clínico atendeu aos requisitos da Associação Odontológica dos EUA, que prevê sobrevida de, no mínimo, 95% das restaurações após seis meses, já que o Ambar e o Adper Single Bond 2 apresentaram um percentual de retenção de 97,1%.