Lisura superficial e brilho em função do tempo de polimento em quatro resinas compostas

Por Administrador

Edição V10N03 | Ano 2013 | Editorial Artigo Inédito | Páginas 64 até 64

Luis Guilherme Sensi, Jean-François Roulet, Fabiano Carlos Marson

O objetivo desse trabalho foi avaliar a lisura de superfície e brilho de quatro resinas compostas em função do tempo de polimento, utilizando um sistema de passo único. Usou-se discos de resina composta, medindo 2mm de espessura x 10 mm de diâmetro (32 total, n = 8), usando quatro materiais diferentes: Tetric N-Ceram (Ivoclar Vivadent), Charisma (Kulzer), Z-350XT (3M ESPE) e Herculite Precis (Kerr). A rugosidade de superfície dos espécimes foi padronizada em uma máquina de polimento utilizando lixas de granulação 320. Para a avaliação da rugosidade, um profilômetro portátil (DigiProfilo I) foi utilizado. Para determinar o brilho de superfície, o medidor de brilho Novo-Curve (Rhopoint) foi utilizado. Cinco medições de rugosidade e quatro de brilho foram realizadas por amostra. A análise post-hoc com o procedimento de Tukey revelou que as resinas Herculite Precis e Charisma apresentaram valores de lisura superficial significativamente melhores que os das resinas Tetric N-Ceram e Z350XT. Não houve diferença entre os tempos de 10 e 20 segundos, enquanto o tempo de 30 segundos resultou em valores significativamente superiores. Todas as resinas testadas apresentaram melhores graus de lisura superficial proporcional ao maior tempo de polimento. As resinas Tetric N-Ceram e Herculite Precis alcançaram os maiores valores de brilho após 10 e 20 segundos de polimento, respectivamente, enquanto as demais resinas precisaram de 30 segundos para alcançar os mesmos valores.