Microabrasão do esmalte: comparação de técnicas através de relatos de casos clínicos

Por Administrador

Edição V09N03 | Ano 2012 | Editorial Caso Clínico | Páginas 78 até 86

Anderson Catelan, Carlos Eduardo dos Santos Bertoldo, Núbia Pavesi Pini, Diogo de Azevedo Miranda, José Roberto Lovadino, Flávio Henrique Baggio Aguiar

Atualmente, com a grande quantidade de informação e disponibilidade de produtos fluoretados no mercado, utilizados para prevenção de cárie, tem-se observado um grande aumento na taxa de manchamentos por fluorose e, dessa forma, maior procura dos pacientes por tratamentos estéticos e novas técnicas de remoção de manchas do esmalte pelos cirurgiões dentistas. O objetivo desse trabalho é apresentar dois relatos de caso clínico sobre remoção de manchas de fluorose, nos quais foram utilizados diferentes materiais a fim de comparar sua efetividade através da avaliação de seus resultados. No primeiro caso utilizou-se ácido clorídrico a 6,6% associado a carbeto de silício como abrasivo; e, no segundo, ácido fosfórico a 37% associado a pedra-pomes. Foram observados resultados clínicos satisfatórios para ambos os materiais empregados.