Facetas em preparos conservadores

Por Administrador

Edição V09N03 | Ano 2012 | Editorial Técnica Laboratorial | Páginas 18 até 25

Roberto Yoshida, Marcos Celestrino

INTRODUÇÃO: Hoje, estamos vivendo a era das respostas rápidas. Não podemos errar e estamos sempre em busca da perfeição e do belo. As discussões sobre o perfeito e o belo são temporais. A beleza humana, que pode ser observada no rosto, é o privilégio de alguns que possuem coincidência genética, proporcionando um rosto com linhas harmoniosas. O desejo por saúde e beleza guia os costumes que refletem em uma maior exposição do corpo e, também, de um belo sorriso. Essa obsessão pela beleza e por um belo sorriso reflete no desenvolvimento e evolução de novas técnicas. Com isso, investimos energia, tempo e dinheiro para proporcionar ao nosso paciente a satisfação de possuir um sorriso saudável e belo. Com essa finalidade, a indústria desenvolve materiais com características mais próximas às do dente natural, valorizando as características ópticas naturais dos dentes, em todos os seus ricos detalhes. O cirurgião-dentista, junto com o técnico em prótese dentária, desenvolve sua técnica para produzir tratamentos mais conservadores, duradouros, esteticamente agradáveis e imperceptíveis. No caso clínico a seguir, o cirurgião-dentista e o técnico em prótese dentária solucionaram o problema de um elemento escurecido por meio de uma lente de contato e uma faceta em técnica refratária. […]