Efeito da técnica de aplicação de três sistemas adesivos autocondicionantes sobre a ultramorfologia da camada híbrida

Por Administrador

Edição V08N04 | Ano 2011 | Editorial Artigo Inédito | Páginas 88 até 95

Vanessa Torraca Peraro Vaz, André Marcelo Peruchi Minto, Fernando Mandarino, Luiz Henrique de Camargo Thomé

Este trabalho vem demonstrar que, pelas características dos sistemas adesivos autocondicionantes, a técnica e o tempo de aplicação são fundamentais para o correto desenvolvimento de suas propriedades. Foi realizada a análise ultraestrutural da camada híbrida formada pela utilização de três sistemas adesivos autocondicionantes aplicados de formas ativa e passiva sobre o substrato dentinário. Trinta dentes molares inferiores hígidos foram selecionados no banco de dentes da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP/USP) e seccionados na altura do terço médio da coroa, para exposição total da dentina. Foram feitas duas cavidades padronizadas, uma para cada técnica a ser observada. Após restauração, os dentes foram incluídos em resina acrílica e seccionados no sentido mesiodistal da coroa. As amostras obtidas foram polidas, tratadas e avaliadas sob MEV com aumentos de 200 e 2.000 vezes. Em todas as amostras, independentemente do sistema adesivo, a camada híbrida apresentou-se mais uniforme e melhor caracterizada quando da utilização do sistema adesivo pela técnica ativa em dupla camada.