Utilização do sistema adesivo autocondicionante em restauração direta de resina composta – protocolo clínico

Por Administrador

Edição V03N04 | Ano 2006 | Editorial Artigo Inédito | Páginas 24 até 32

Victor Grover Rene Clavijo, Niélli Caetano De Souza, William Kabbach, Daniela Dos Santos Rigolizzo, Marcelo Ferrarezi De Andrade

As resinas compostas vêm sofrendo constante evolução em função do apelo estético imposto pela sociedade moderna, resultando em uma melhora nas suas propriedades mecânicas, o que possibilitou seu uso para dentes posteriores. Entretanto, problemas clínicos associados à sua utilização ainda são comumente observados, em função da formação de fendas marginais, comprometendo a longevidade da restauração. A perda da integridade marginal está diretamente relacionada à resistência de união entre a estrutura dentária esmalte/dentina e o sistema adesivo. Neste trabalho temos por objetivo relatar, através de um caso clínico, o protocolo de utilização de sistemas adesivos autocondicionantes de dois passos, de forma a otimizar a adesão em restaurações diretas em dentes posteriores.