Dentes e lábios: estética e função inseparáveis!

Por Administrador

Edição V02N03 | Ano 2005 | Editorial Biologia da Estética | Páginas 130 até 133

Alberto Consolaro

O corpo humano foi comparado a uma casa e a boca ao seu hall de entrada no livro hebreu Sefer haolsmot o maaseh tovia. Se, por conta própria e dando asas à imaginação, continuarmos esta analogia os lábios representariam literalmente a porta de entrada e os dentes os seus móveis; a língua seria o tapete, a mucosa jugal e labial as paredes e o palato um teto maravilhoso.