Osteonecrose dos maxilares associada ao uso dos bisfosfonatos

Por Administrador

Edição V09N03 | Ano 2015 | Editorial Artigo Inédito | Páginas 101 até 109

Joao Ferreira Dos Santos, Bruno Feital Fusaro, Antonio Carlos Costa Bento Júnior, Leonardo Coelho Lima Salgado, Andressa Antunes Prado De França

Introdução: a osteonecrose dos maxilares associada ao uso de bisfosfonatos tem sido um assunto de muita relevância na clínica odontológica neste século. A alta taxa de utilização desses medicamentos obrigou os cirurgiões-dentistas a buscar conhecimento sobre o tema, uma vez que as lesões necróticas associadas ao uso desses bisfosfonatos afetam negativamente a qualidade de vida e produzem significativa morbidade nos pacientes acometidos. Assim, conhecer a doença, sua epidemiologia, taxa de risco e gerenciamento dos pacientes se faz necessário. Objetivo: o presente trabalho teve como objetivo geral buscar na literatura informações relevantes acerca dessa patologia e desses medicamentos, por meio de uma revisão de literatura. Métodos: levantamento de artigos nas bases de dados EBSCO e MEDLINE, publicados no período de 1996 a 2014. Foram selecionados artigos originais e de revisão que embasaram o desenvolvimento dos tópicos propostos. Resultados: 22 artigos preencheram os critérios estabelecidos. Durante o desenvolvimento da pesquisa, foram encontrados outros medicamentos associados à enfermidade, que também estão sendo relatados nessa revisão. Conclusões: devido à utilização dos bisfosfonatos, o tecido ósseo diminui sua capacidade de reabsorção e, assim, aumenta a possibilidade de não cicatrização e consequente necrose; ainda, fica clara a ação desses medicamentos inibindo a proliferação de células dos tecidos moles e vasos sanguíneos. Por último, evidencia-se que o correto gerenciamento dos pacientes em uso dos fármacos é de grande importância para a submissão desses pacientes a procedimentos cirúrgicos.

Santos JF, Fusaro BF, Bento Júnior, ACC, Salgado LCL, França AAP. Bisphosphonates-related osteonecrosis of the jaws. Dental Press Implantol. 2015 July-Sept;9(3):101-9. DOI: http://dx.doi.org/10.14436/2358-2553.9.3.101-109.oar