Considerações clínicas para otimização dos resultados em enxertia óssea: parte I

Por Administrador

Edição V08N03 | Ano 2014 | Editorial Artigo Inédito | Páginas 96 até 108

Claudio Ferreira Nóia, José Marcelo Vargas Pinto, Bruno Costa Martins de Sá, Paulo Hemerson de Moraes, Rafael Ortega Lopes

Introdução: diante da inexistência de um substituto ósseo ideal, que promova a reconstrução dos diferentes tipos de defeitos ósseos com alta previsibilidade, alto índice de sucesso e preferencialmente sem a necessidade de uma área doadora do próprio paciente, sabe-se que a obtenção de resultados de excelência em enxertia óssea representa um verdadeiro desafio aos cirurgiões mesmo nos dias atuais. Objetivo: sendo assim, o objetivo desse trabalho foi abordar alguns aspectos que possuem a capacidade de influenciar diretamente os resultados em enxertia óssea, tais como o tipo de defeito, escolha do substituto ósseo, limites biológicos das técnicas cirúrgicas e a microarquitetura dos enxertos, haja vista que uma abordagem adequada desses fatores possibilita ao profissional a obtenção de excelentes resultados clínicos.

Nóia CF, Pinto JMV, Sá BCM, Moraes PH, Lopes RO. Clinical considerations for optimizing results in bone grafting: Part I. Dental Press Implantol. 2014 July-Sept;8(3):96-108. doi: http://dx.doi.org/10.14436/2237-650X.8.3.096-108.oar