Original ou compatível: vale a pena a economia?

Por Administrador

Edição V08N03 | Ano 2014 | Editorial Editorial | Páginas 6 até 7

Waldemar D, Polido

Quando surgiram os implantes osseointegráveis no Brasil, no final dos anos 80, tomava-se o máximo de cuidado com a seleção dos implantes e com a escolha dos pilares — sempre dentro de rigorosos critérios deinidos e recomendados pelas principais empresas internacionais, visando obter o máximo de osseointegração e o melhor resultado peri-implantar e restaurador. Os protocolos desenvolvidos por Brånemark e, mais tarde, por Schroeder e Schulte deviam ser seguidos à risca, sem margem para adaptações e improvisos, sob a pena de se aumentar a chance de fracasso.

Polido WD. Original versus interchangeable abutments: Is it worth the saving? Dental Press Implantol. 2014 July-Sept;8(3):6-7. DOI: http://dx.doi.org/10.14436/2237-650X.8.3.006-007.edt