Superfície em Implantodontia: características dos principais implantes brasileiros

Por Administrador

Edição V07N04 | Ano 2013 | Editorial Caso Clínico | Páginas 46 até 51

Alexandre da Silveira Gerzson, Cláudio Ayres Peres, Márcio Borges Rosa, Eduardo Poester Fetter, Luiz Antônio Marchioni

Introdução / Atualmente, há consenso sobre a superioridade dos implantes com tratamento de superfície em relação aos usinados. Decorrentes disso, diferentes métodos de tratamento têm sido criados para potencializar as respostas teciduais. Objetivo / Realizar uma avaliação crítica do que algumas das empresas brasileiras informam aos profissionais, sobre as características do tratamento de superfície, métodos utilizados e tempo de espera recomendando, e se essas importantes questões apresentam embasamento científico. / Métodos / As empresas brasileiras Conexão, Kopp, Neodent, P-I Brånemark, S.I.N. e Titaniumfix receberam um questionário com perguntas sobre tratamento de superfície, tempo de espera recomendado e evidência científica a respeito dos seus produtos. / Resultados / Diferentes métodos de tratamento foram citados, sendo eles ataque ácido, jateamento seguido de ataque ácido e PIII (Plasma Immersion Ion Implantation). Segundo as informações recebidas, o tempo de espera recomendado variou de um a seis meses. / Conclusões / Apesar de algumas empresas realizarem trabalhos científicos com seus implantes, constata-se, com o presente estudo, carência de evidência científica norteando os protocolos de carga recomendados e falta de esclarecimentos precisos.

Gerzon AS, Peres CA, Rosa MB, Fetter EP, Marchioni LA. Surfaces in Implantology: Characteristics of the main Brazilian implants. Dental Press Implantol. 2013 Oct-Dec;7(4):46-51.