Como conseguir longevidade na cimentação de estruturas em zircônia/alumina?

Por Administrador

Edição V06N04 | Ano 2012 | Editorial Pergunte a um Expert | Páginas 38 até 52

Renato Savi de Carvalho

Nada parece ser mais frustrante para um cirurgião–dentista do que o desalojamento, por vezes reincidente, de uma restauração indireta de sua autoria. Tal percalço clínico induz a autocrítica sobre sua real capacidade profissional, reflexão que também poderá estar, de maneira preocupante, ocorrendo simultaneamente nos questionamentos silenciosos de seu paciente. Por isso, dúvidas acerca de quais técnicas e agentes cimentantes apresentam-se como os mais adequados para cada situação clínica em particular sempre estiveram presentes durante a etapa de cimentação de coroas e próteses. O desejo de eternizar o trabalho, sob o ponto de vista de retenção e manutenção sobre os elementos pilares, tem motivado inúmeros pesquisadores e clínicos a buscar condutas e materiais cada vez mais confiáveis e adequados a esse intento

Carvalho RS. How to achieve long-term stability on bonding zirconia/alumina structures? Dental Press Implantol. 2012 Oct-Dec;6(4):38-52.