Avaliação da qualidade de vida de portador de displasia ectodérmica reabilitado com implantes osseointegrados: acompanhamento clínico e radiográfico de 5 anos

Por Administrador

Edição V06N03 | Ano 2012 | Editorial Caso Clínico | Páginas 44 até 51

Karina Leite Baía Fernandes, Luis Rogério Duarte, Carlos Eduardo Francischone, Bruno Sotto Maior

A displasia ectodérmica é uma desordem genética associada a anormalidades dentárias que resultam em severos problemas funcionais, estéticos e de qualidade de vida. Pacientes com displasia ectodérmica comumente sofrem com a ausência total ou parcial dos dentes, que ocasiona uma alteração nos padrões normais de desenvolvimento dos maxilares. Para reabilitação desses pacientes, os implantes dentários têm sido cada vez mais utilizados devido à severidade da doença limitar outras opções de tratamento reabilitador. Esse artigo traz um relato de caso com avaliação pré e pós-operatória da qualidade de vida de uma paciente com 55 anos de idade afetada por displasia ectodérmica que exibiu oligodontia e atrofia severa dos maxilares. Ela foi tratada com implantes osseointegrados, seguindo a filosofia de função imediata, baseada na filosofia do sistema Novum® em mandíbula e com a técnica All-on-4® híbrida em maxila, sendo 3 implantes zigomáticos e 1 convencional, apresentando follow-up de 5 anos.

Fernandes KLB, Duarte LR, Francischone CE, Maior BS. Assessment of life quality of a patient with ectodermal dysplasia rehabilitated with osseointegrated implants: 5 years clinical and radiographic follow-up. Dental Press Implantol. 2012 July-Sept;6(3):44-51.