Inovação na abordagem em insucessos tardios em implantes osseointegrados: explantação minimamente traumática (Parte 1)

Por Administrador

Edição V06N02 | Ano 2012 | Editorial Caso Clínico | Páginas 80 até 90

Maurício Clavijo Beltrán, Verônica Beltrán CLAVIJO, Fernando Rodrigues PINTO, Guilherme da Gama RAMOS

Introdução: a explantação minimamente traumática é uma técnica em que se usa um dispositivo cônico de rosca anti-horária capaz de romper a osseointegração e desrosquear com facilidade o implante. Objetivo: o objetivo desse artigo é apresentar um relato de caso clínico onde foi usada essa técnica em um caso de insucesso tardio com implantes e comparar a técnica com as demais alternativas de tratamento, mostrando as vantagens e desvantagens de cada. Conclusões: concluiu-se que a nova abordagem de explantação sugere que há a preservação do tecido ósseo peri-implantar e dos dentes adjacentes, havendo uma redução do tempo de tratamento e morbidade associadas às reconstruções ósseas. Mostra-se como uma técnica eficiente para a remoção de implantes, garantindo previsibilidade ao retratamento.

Beltrán MC, Clavijo VB, Pinto FR, Ramos GG. Innovated approach in late failure of osseointegrated implant: Minimally traumatic implant explantation (Part 1). Dental Press Implantol. 2012 Apr-June;6(2):80-90.