Arcada dentária reduzida: conceitos e atualidades — revisão da literatura

Por Administrador

Edição V06N01 | Ano 2012 | Editorial Artigo de Revisão | Páginas 68 até 74

Isis Carvalho Encarnação, Ivan Contreras Molina, Maria Del Piñal Luna, Antonio Carlos Cardoso

Objetivos: evidenciar as vantagens e desvantagens do conceito de arcada dentária reduzida na reabilitação dos pacientes com prótese convencional e prótese sobre implantes, ampliando as opções de tratamento aos pacientes. Revisão de literatura: o conceito restaurador tradicional faz com que a dentição entre num ciclo de reparo permanente, mais de 50% dos trabalhos restauradores consistem no reparo de restaurações prévias. A arcada dentária reduzida tem sido estudada já há bastante tempo e há evidências que atestam a sua previsibilidade como opção nos tratamentos odontológicos. Discussão: a arcada dentária reduzida é indicada para simplificar o plano de tratamento, mas é importante considerar suas limitações em pacientes jovens, por terem um alto requerimento funcional, pacientes com mordida aberta anterior, pacientes com relação oclusal tipo Classe II e III severa, desgastes oclusais severos e pacientes bruxistas. Conclusão: o tratamento dentário visa manter a função natural da dentição durante a vida, incluindo as funções sociais e biológicas, como a auto-estima, estética, fonética, mastigação e conforto bucal. A filosofia da arcada dentária reduzida atende a todos esses requisitos, ampliando as opções de tratamento aos pacientes.

Encarnação IC, Molina IC, Luna MDP, Cardoso AC. Arcada dentária reduzida: conceitos e atualidades — revisão da literatura. Dental Press Implantol. 2012 Jan-Mar;6(1):68-74.