Peri-implantite: revisão de literatura

Por Administrador

Edição V05N04 | Ano 2011 | Editorial Artigo de Revisão | Páginas 56 até 65

Daniela Colet, Rogério Parizotto Bandeira, Natasha Magro Érnica, Hilário Anderson Huber

Introdução: o tratamento reabilitador através do uso de implantes osseointegrados apresenta um alto índice de sucesso. Entretanto, estudos relatam a falência de implantes devido a infecções peri-implantares. A peri-implantite é definida como um processo inflamatório que afeta os tecidos ao redor de um implante osseointegrado, resultando em perda do osso de suporte, podendo levar à perda do implante. Os tratamentos da peri-implantite consistem, principalmente, em descontaminar a superfície do implante e estabilizar a perda óssea ao seu redor e, algumas vezes, em se tentar uma nova formação óssea ao redor dessa área anteriormente infectada. Embora seja possível tratar a peri-implantite, a prevenção é o foco da terapia de suporte. Objetivo: o objetivo desse trabalho foi realizar uma revisão de literatura sobre a peri-implantite, abordando sua etiologia, diagnóstico e tratamento. Conclusão: concluiu-se que as doenças peri-implantares são possíveis complicações do tratamento com implantes dentários osseointegráveis e podem indicar risco para insucesso, mas podem, também, ser temporárias ou passíveis de tratamento.