Platform switching: uma realidade na preservação da crista óssea ao redor de implantes – revisão de literatura

Por Administrador

Edição V04N04 | Ano 2010 | Editorial Artigo de Revisão | Páginas 81 até 88

Armando Rodrigues Lopes Pereira Neto, Aline Franco Siqueira, João Gustavo Oliveira de Souza, Ernesto Barquero Cordero, Ricardo de Souza Magini, Daniel Romeu Benchimol de Resende

A Implantologia atual admite como padrão de normalidade a perda de tecido ósseo marginal ao nível da primeira rosca de implantes osseointegráveis (Bränemark System®). Em áreas estéticas e/ou de pequena disponibilidade óssea, esse fenômeno traz prejuízos no posicionamento cervical do tecido mole, na conformação da papila interproximal e na diminuição da superfície do implante para osseointegração. O conceito de Platform Switching, utilização de plataformas expandidas e componentes protéticos de menor diâmetro que medialisam a junção implante-abutment, minimiza ou elimina essa perda óssea. O objetivo desse artigo é expor essa ferramenta para preservação da crista óssea ao redor de implantes osseointegráveis.