Protocolo inferior com carga imediata: procedimentos previsíveis sem complexidade

Por Administrador

Edição V04N03 | Ano 2010 | Editorial Artigo Inédito | Páginas 80 até 92

Glauco Rangel Zanetti, Liliane Scheidegger da Silva Zanetti, Marcelo Massaroni Peçanha, Fausto Frizzera Borges Filho, Gabriela Cassaro de Castro, Natália Marreco Weigert

Os implantes dentários têm apresentado uma alta taxa de sucesso, permitindo que diversos tipos de terapias reabilitadoras, em pacientes parcialmente ou totalmente edêntulos, sejam adotadas com segurança e previsibilidade. O uso de implantes na mandíbula com o intuito de se realizar posteriormente uma prótese fixa sobre eles foi amplamente relatado na literatura, assim como a aplicação de cargas oclusais imediatas após sua instalação. Embora as técnicas de confecção de próteses fixas implantossuportadas sejam bem estabelecidas, a imprecisão e/ou a complexidade das etapas podem inviabilizar a instalação da prótese no prazo desejado ou mesmo interferir na qualidade final do trabalho. Este artigo apresenta um protocolo clínico, cirúrgico e protético, que permite a confecção de próteses totais fixas implantossuportadas, instaladas em até 48 horas após a etapa cirúrgica, onde os procedimentos podem ser executados com relativa simplicidade e maior previsibilidade de resultados. A utilização de um guia multifuncional possibilita a resolução mais precisa e rápida do caso, promovendo maior conforto e satisfação para o paciente. Mesmo com a utilização desse guia, é fundamental que as equipes responsáveis pela realização das etapas cirúrgicas e protéticas estejam sintonizadas, já que essa modalidade de tratamento exige a interação dessas duas áreas concomitantemente.