Técnica inovadora para o manejo estético de freio labial superior hipertrófico: relato de caso

Por Administrador

Edição V04N01 | Ano 2010 | Editorial Caso Clínico | Páginas 101 até 110

Roberta Santos Domingues, Maria Lúcia Rubo de Rezende, Adriana Campos Passanezi Sant`Ana, Sebastião Luiz Aguiar Greghi, Samira Salmeron, Euloir Passanezi

O freio labial superior hipertrófico ou de inserção anômala pode causar transtornos funcionais – como a limitação da movimentação do lábio, dificuldade de higiene bucal, retração da margem gengival – e também estéticos, quando associado com linha de sorriso alta e diastemas. O procedimento comumente utilizado para tratar o freio labial anômalo é a frenectomia. Embora tenha sofrido modificações ao longo do tempo, nenhuma das técnicas conhecidas de frenectomia considera a faixa de gengiva inserida, e não são indicadas em casos em que a remoção do freio pode comprometer a estética. Este relato de caso demonstra uma técnica para manuseio estético de freio labial superior hipertrófico e de inserção transpapilar, associado com diastema amplo, na qual a gengiva inserida foi preservada, a cicatrização se deu por primeira intenção, obtendo-se ótimo resultado estético com mínimo desconforto pós-operatório.