A importância da integração orto-perio durante o tratamento ortodôntico: relato de caso clínico

Por Administrador

Edição V03N03 | Ano 2009 | Editorial Caso Clínico | Páginas 82 até 91

Juliana Kina, Talita Farias Miksza, Eduardo César Almada Santos, Francisco Antonio Bertoz, José Ricardo Kina

Objetivo: a hiperplasia gengival é uma lesão associada à placa bacteriana e fatores secundários, que podem ser medicamentosos, inflamatórios e hormonais, além de fatores de riscos locais, como o tratamento ortodôntico. O tratamento para a hiperplasia gengival baseia-se no controle da placa bacteriana e eliminação ou controle dos fatores de risco. Entretanto, a sequela deve ser tratada por técnicas cirúrgicas periodontais, como a gengivoplastia. No caso clínico apresentado neste artigo, ressaltamos a importância da integração entre a Ortodontia e a Periodontia durante o tratamento ortodôntico. Métodos: paciente leucoderma, de 15 anos de idade, apresentava hiperplasia gengival nos arcos dentários superior e inferior, nas faces vestibulares e linguais, devido ao aumento de placa bacteriana, causado pelo uso de aparelho ortodôntico fixo associado à alteração hormonal. Resultados: após o controle do fator etiológico placa bacteriana – através de raspagem e alisamento, e orientação de fisioterapia bucal –, a correção da sequela da hiperplasia foi realizada através da gengivoplastia, que recuperou o contorno normal da gengiva marginal, possibilitando o prosseguimento do tratamento ortodôntico. Conclusão: é importante a multidisciplinaridade entre o ortodontista e o periodontista para que, em conjunto, estabeleçam um programa de tratamento, visando a prevenção e a qualidade do tratamento ortodôntico, fornecendo estética e preservando a saúde dos tecidos periodontais.