Análise comparativa da estabilidade inicial e tardia de implantes retentores de sobredentadura, submetidos à carga imediata, por meio de análise de frequência de ressonância

Por Administrador

Edição V03N03 | Ano 2009 | Editorial Artigo Inédito | Páginas 36 até 45

Rodolfo Alexandre André, Ivete Aparecida de Mattias Sartori, Daniela Hernandes, Carlos Eduardo Francischone, Maurício Rigolizzo Bruhns,

A efetividade de apenas dois implantes como retentores de sobredentadura mandibular, seguindo o protocolo original de dois estágios, está bem documentada. Contudo, a literatura ainda é escassa quanto à eficácia da aplicação de carga imediata nesses dois implantes. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a estabilidade inicial e tardia de dois implantes submetidos à carga imediata, como retentores de sobredentadura mandibular, por meio da readaptação e reinstalação da própria prótese total do paciente. A amostra constou de 11 pacientes, de ambos os gêneros e com idade média de 57 anos e 11 meses. Todos os procedimentos cirúrgicos foram realizados pelo mesmo profissional, assim como as reabilitações protéticas. A fim de padronizar o posicionamento dos implantes, foi desenvolvido um instrumento de forma que o paralelismo dos mesmos fosse estabelecido e a equidistância em relação à linha média assegurada. Todos os implantes instalados apresentavam diâmetro de 4mm. Os intermediários foram instalados e a transferência realizada utilizando-se a própria prótese do paciente. Num intervalo de 24 horas, a barra e a prótese foram instaladas. A estabilidade inicial foi avaliada por meio da frequência de ressonância com o aparelho Osstell®, apresentando valor médio de 78,3 ISQ. Os registros da frequência de ressonância foram repetidos após 4 e 7 meses, e apresentaram valores médios de 73,7 e 73,6 ISQ, respectivamente. Foi observada uma redução estatisticamente significativa (5,9%) entre a medida inicial e a de 4 meses, em concordância com publicações para este período. O índice de sucesso dos implantes e próteses no período avaliado foi de 100%.