12 a 15 anos de avaliação longitudinal do sistema de implantes Branemark e próteses unitárias cimentadas

Por Administrador

Edição V01N01 | Ano 2007 | Editorial Artigo Inédito | Páginas 85 até 94

Carlos Eduardo Francischone, Luis Guillermo Peredo Paz, Ana Eliza Akashi, Ana Carolina Francischone,

Este estudo mostra o acompanhamento clínico e radiográfico de 12 a 15 anos de 58 implantes unitários do sistema Branemark de plataforma regular (3,75 ou 4mm de diâmetro), instalados em pacientes dos gêneros masculino e feminino, em áreas de incisivos, caninos, pré-molares e molares e restaurados com pilares de titânio CeraOne e coroas AllCeram ou metalocerâmicas. Os resultados revelam elevado percentual de sucesso para os implantes (98,3%) e para as próteses cimentadas sobre os pilares CeraOne (96,5%). Poucos problemas foram encontrados, como: 3 casos de afrouxamento de parafuso do pilar CeraOne, 1 caso de fratura de implante por hábitos parafuncionais, 2 casos de fratura da coroa de porcelana e 1 caso envolvendo formação de fístula. Dentro das limitações deste estudo, pode-se concluir que: com este sistema de implantes é possível obter bons resultados funcionais e estéticos, a médio e longo prazo, desde que os protocolos cientificamente estabelecidos sejam observados.