Algumas características do cemento acelular com fibras extrínsecas em humanos e cães

Por Administrador

Edição V01N01 | Ano 2007 | Editorial Artigo Inédito | Páginas 35 até 45

Maurício G, Araújo, Flávia Sukekava, Elena Linder

O objetivo deste estudo foi avaliar características do cemento acelular com fibras extrínsecas em humanos e em cães. Cinqüenta e dois pré-molares, 22 de humanos com média de idade de 14 anos e 30 pré-molares de cães divididos em 3 grupos etários (1, 2 e 8 anos de idade), foram incluídos no estudo. Os pré-molares foram cuidadosamente extraídos e preparados para análise histológica. O cemento acelular com fibras extrínsecas da porção mais coronal da raiz foi descrito e medidas histométricas foram realizadas. Os resultados demonstraram que o cemento acelular é morfologicamente semelhante em humanos e cães. Os resultados também mostraram que o número de fibras colágenas inseridas por 100µm de superfície radicular e a velocidade de deposição do cemento (crescimento em espessura) foram similares entre as espécies. O presente estudo sugere que o cão pode representar um modelo experimental adequado para a avaliação da formação de cemento após terapia regenerativa.