APOIO INSTITUCIONAL

COMO OTIMIZAR A ESTABILIZAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS FOTOATIVADORES SOBRE RESTAURAÇÕES?

Edição V18N1  |  Ano 2021  |  Categoria: Fato ou Fake  |  Página 112 até 117

Autores

Carlos Alberto Kenji SHIMOKAWA e Marcelo GIANNINI

Resumo

Após discutirmos como a distância entre os equipamentos fotoativadores e os materiais resinosos pode influenciar no resultado final de restaurações, vamos discutir como a estabilização dos equipamentos sobre os materiais restauradores também é fundamental para uma polimerização eficiente. Os materiais resinosos fotoativados precisam receber uma determinada quantidade de luz (exposição radiante) para que sejam polimerizados adequadamente. Quando movimentamos os equipamentos fotoativadores sobre a restauração, podemos deixar parte do material resinoso sem receber essa energia luminosa necessária ou interromper o processo de ativação, causando uma polimerização insuficiente (Fig. 1)1 . Sabe-se que a luz azul emitida pelos equipamentos fotoativadores é prejudicial aos olhos e pode causar uma degradação da visão em longo prazo2 . Frente à falta de barreiras de proteção contra luz azul, é comum desviar o olhar durante o processo de fotoativação.

Palavras-chave

Como citar

Shimokawa CAK, Giannini M. How to optimize the stabilization of light-curing units over restorations? J Clin Dent Res. 2021 Jan-Apr;18(1):112-7.

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on print

Artigos relacionados: