Edit Content
Click on the Edit Content button to edit/add the content.

Alternativas de tratamento para reabilitação bucal estética e funcional

Edição V12N2  |  Ano 2015  |  Categoria: Artigo Inédito  |  Página 51 até 61

Autores

Elisângela Dallazen, Albano Luis Novaes Bueno, Fabiano de Oliveira Araujo, Paulo Augusto Pires Milani, Yasmine Mendes Pupo

Resumo

A mudança de paradigmas na Odontologia é uma realidade atual, em que as pessoas anseiam a permanência dos seus dentes durante toda a vida. Aliado a esse conceito, está presente o aumento da expectativa de vida, com a alteração dos hábitos alimentares e da rotina diária. No entanto, diversos fatores, como o estresse, a falta de orientação nos cuidados com a saúde bucal e alterações sistêmicas e/ou patológicas, podem levar à perda de estrutura dentária e de suporte dos dentes, com diferentes graus de comprometimento. O restabelecimento de uma boa condição funcional e estética depende de um criterioso planejamento, o qual exige conhecimento sobre as diferentes técnicas e materiais, levando em consideração as particularidades de cada indivíduo, seus hábitos e as consequências deles. Assim, o objetivo do presente trabalho foi revisar na literatura diferentes formas de conduzir tratamentos de reabilitação bucal, citando variados planejamentos, os quais utilizam desde técnicas tradicionais até técnicas mais atuais, como o CAD-CAM. Além disso, relatou-se um caso clínico de reabilitação no qual o planejamento priorizou a estética, com base em conceitos funcionais (próteses seguindo a correta anatomia dentária e periodontal, DVO estabilizada e oclusão equilibrada). Concluiu-se que o desgaste severo dos dentes é uma realidade frequente na atualidade, exigindo dos profissionais da Odontologia conhecimento sobre as causas e possíveis formas de tratamento, com o intuito de devolver função, saúde e estética.

Palavras-chave

Como citar

Dallazen E, Bueno ALN, Araujo FO, Milani PAP, Pupo YM. Alternativas de tratamento para reabilitação bucal estética e funcional. Rev Dental Press Estét. 2015 abr-jun;12(2):51-61.

Compartilhar:

Artigos relacionados: